Conheça a "Das Bards" - Uma típica cerveja “Weinzenbier” !

A Das Bard foi feita somente 12 Unidades e distribuidas inclusive para os integrantes do Blind Guardian!

Blind Guardian em Curitiba - 2015, camarote Blind Guardian Brasil.

Saiba o que rolou no show de Curitiba/PR em 2015.

Tenha a oportunidade de ter o vinho dos bardos da Alemanha

Estamos nos organizando para importar o vinho Syrah do Blind Guardian, não fique fora dessa, clique e saiba mais sobre isso.

Ajude o Blind Guardian Brasil a crescer.

Faça-nos uma doação, e contribua para o crescimento do maior fã clube do Blind Guardian.

Blind Guardian, isso é PODER!

Blind Guardian é a maior e melhor banda de POWER METAL do mundo!

#copiright

26 de janeiro de 2010

Música do novo Album

Esta semana foi muito ocupada. Eles tiveram uma reunião sobre a pré-produção da turnê, onde discutiram algumas coisas. Isto foi seguido por um tiro em sessão de autógrafos (algo que vai continuar em outro momento), e uma foto de toda a banda. Esperemos que em breve compartilhemos algumas destas fotos com vocês. Hoje Frederik e Charlie estará fazendo gravações da bateria para a música "Curse My Name".

É isso mesmo galera, já está tudo sendo preparado... esse novo Album vai ser FODAAA!

Siga o Blind Guardian agora no Twitter! ;D





Não deixe de Participar! Orkut

22 de janeiro de 2010

Saiba as Verdades Sobre Hansi

A seguir listam-se algumas verdades indubitáveis acerca deste inigualável vocalista:
0. A Realidade é uma partida de RPG mestrada por Hansi Kürsch.
01. Hansi Kürsch não é tenor. Hansi Kürsch não é barítono. Hansi Kürsch não é baixo. Na verdade, a extensão vocal de Hansi Kürsch só pode ser expressa por uma fórmula matemática: {x∈ℝ|-∞≤x≤+∞}.
02. Hansi Kürsch já leu todos os livros que você já leu, pensou em ler, ouviu falar ou nem sequer sabe da existência, e já fez ao menos uma música sobre cada um deles.
03. Você realmente acha que Hansi Kürsch usa overdubs?
04. Hansi Kürsch já foi "beyond the realms of death". E ficou entediado.
05. A cada dia Hansi Kürsch passa dez horas lendo, dez horas cantando, e as dez horas restantes simplesmente sendo melhor que você
06. E se Hansi Kürsch disse que o dia tem trinta horas, é porque o dia TEM trinta horas.
07. O "Silmarillion" foi baseado no "Nightfall In Middle-Earth".
08. Hansi Kürsch não engordou, adquiriu poder. MUITO poder.
09. Mesmo que as luzes não funcionem, Hansi Kürsch consegue ver os seus "shining bright eyes".
10. Não é Hansi Kürsch que faz piadas ruins. Você é quem não tem nível para entendê-las.
11. Hansi Kürsch não tem cordas vocais, tem uma orquestra completa.
12. Hansi Kürsch fala todas as línguas do mundo, sem sotaque. Ele só tenta se passar por uma pessoa normal.
13. Hansi Kürsch não joga videogames muito fantasiosos. Segundo ele, não tem graça jogar uma autobiografia.
14. Hansi Kürsch era conhecido como Ilúvatar. Mas depois de algumas eras, se cansou do nome e resolveu mudar.
15. Hansi Kürsch tem as três Silmarils. São as pedrinhas de aquário favoritas dele.
16. Hansi Kürsch tinha uma aranha de estimação quando era criança. Ela se chamava Ungoliant.
17. Se Hansi Kürsch disse, então Peter Pan ESTAVA em Mordor.
18. Hansi Kürsch come Edu Falaschi e André Matos no café da manhã.
19. Um belo dia, Hansi Kürsch resolveu jogar War. Mais tarde, essa partida foi conhecida como as Cruzadas.
20. Não se usa um afinador para descobrir qual nota Hansi Kürsch cantou. Usa-se um sismógrafo.
21. Hansi Kürsch resolveu cantar com toda sua voz em New Orleans em 2006. O show foi conhecido como Katrina.
22. Ninguém em sã consciência entra no estúdio em que Hansi Kürsch está cantando. As pernas de Marcus Siepen ainda se lembram do dia em que ele ousou tal feito.
23. Um HKOSP (Hansi Kürsch Ordinary Singing Power, ou Poder Vocal ORDINÁRIO de Hansi Kürsch) é medido em CNRHK (Chuck Norris Roundhouse Kicks).
24. Hansi Kürsch é melhor que você.
25. Hansi Kürsch tem um Fabio Lione de estimação.
26. Hansi Kürsch é conhecido como o 5° Cavaleiro do Apocalipse. E o 4°. E o 3°. E o 2°
27. E o 1°.
28. Hansi certa vez construiu sua própria descarga. Esse evento foi chamado de “A Queda de Númenor”.
29. Apos o desastre com sua descarga, Hansi resolveu usar uma latrina. Ela ficou conhecida por Fendas da Perdição.
30. Lembra-se do aquário de Hansi Kürsch? Pois é, costumam chamá-lo de Atlântida.
31. Hansi Kürsch uma vez cantou no Oceano Índico. A onda atingiu a Ásia e a África e causou enormes prejuízos.
32. Hansi Kürsch disse suas primeiras palavras aos três dias de idade. Seus pais, impressionados, gravaram o filho, ainda tão novo, falando. Anos mais tarde, Hansi Kürsch lançou a fita com o nome de “And Then There Was Silence”.
33. Apenas um lembrete: Hansi Kürsch é melhor que você.
34. Você nunca cantará como Hansi Kürsch. Ver regras #24 e #33.
35. Hansi Kürsch é a única pessoa do mundo que as pessoas se alegram quando ele diz “bem vindos à morte”.

36. Dizem que uma nota desafinada de Hansi Kürsch cura a AIDS, o câncer e toda as outras doenças.
37. Hansi Kürsch NUNCA desafina.
38. Tom Bombadil era um dos apelidos de pré-escola de Hansi Kürsch.
39. Hansi Kürsch é mais inteligente que você. E é melhor em qualquer outra coisa também.
40. William Shakespeare aprendeu a escrever vendendo a alma para Hansi Kürsch.
41. O sonho de qualquer Hard Rocker é ter tantas mulheres aos seus pés quanto Hansi Kürsch.
42. Gene Simmons diz já ter comido 5000 mulheres. Hansi Kürsch chama isso de estar casado.



43. Reza a lenda que se Hansi Kürsch começa a cantar "Bard’s Song", uma multidão invariavelmente aparece.
44. A regra acima é válida inclusive no Saara e na Antártica.
45. O livro "Dungeons & Dragons" teve seu rascunho escrito sob o título de “Como ser Hansi Kürsch”
46. O título foi mudado após os autores chegarem à conclusão que isso era impossível, mesmo em imaginação.
47. Hansi Kürsch é melhor que você!
48. O Tarrasque é a pulga do cãozinho de Hansi Kürsch
49. O nome desse cãozinho era Huan.
50. Hansi Kürsch não grita. O grito é que tenta Hansi Kürshchear.
51. Hansi Kürsch não nasceu e nem foi criado, ele simplesmente existe.
52. Hansi Kürsch faz rapel e bungee jump, mas sem as cordas.
53. As cordas que Hansi Kürsch deixa de usar no bungee jump e no rapel, ele usa para enforcar Timo Kotipelto
54. Hansi Kürsch escreveu sua primeira redação para a escola no pré-primário. Ela se chamava "O Senhor dos Anéis" e foi editada em versão resumida por seu professor de inglês J. R. R.Tolkien
55. Uma vez tentaram criar a ficha de Hansi Kürsch para D&D. Não conseguiram criar um ser tão poderoso, mas venderam a ficha como o livro "Níveis Épicos".
56. Todo headbanger adora o Deus Metal. O Deus Metal adora Hansi Kürsch.
57. Quando Hansi Kürsch nasceu, começou a berrar. Seu aniversário foi apelidado de Big Bang.
58. Originalmente, o Trimurti hindu era constituído por 4 deuses e se chamava Quadrimmurti. Um dos Deuses era Hansi Kürsch, mas ele desistiu, pois todos os outros 3 não se comparavam a ele.
59. Hansi odeia seus fãs que jogam RPG e acham que aquilo não é de verdade.
60. Hansi Kürsch nunca rasgou a voz. Quando ele precisou, ele usou uma serra elétrica.
61. Foi o berro do Hansi Kürsch que abriu o mar vermelho para Moisés fazer a travessia. Ele seguraria o berro tempo suficiente para os egípcios atravessarem também mas provavelmente ele teve que fazer algo mais importante.
62. Hansi não cantou no Avantasia simplesmente porque não conseguiu mais parar de dar risada de um convite tão medíocre.
63. Hansi Kürsch fez o Capitão Nascimento pedir pra sair.
64. O microfone que Hansi usa nos shows? Só um acessório estético. Todos sabemos que mesmo sussurrando a voz de Hansi consegue ser claramente ouvida em todos os cantos de um Maracanã lotado. Inclusive no banheiro.
65. Aliás, o microfone de Hansi é sim importante, já que é equipado com os abafadores sonoros mais modernos que existem. Sem eles, um simples sussurro de Hansi detonaria os tímpanos - e as cabeças - de todos os seres vivos em um raio de milhares de km². Duvida? Estude então sobre a vez que Hansi cantou sem microfone na África. A região hoje é conhecida como “deserto do Saara”.
66. Oscar Wilde apaixonou-se por Hansi Kürsch. Hansi, que não era gay nem membro do Simple Plan, não correspondeu a esse amor. Piedoso, entretanto, contou-lhe uma história sobre um jovem que nunca envelheceria.
67. Como assim, você não sabia que Hansi é seu pai?
68. Você também não sabia que Hansi é seu avô?
69. André, Marcus, Fred, Thomen, Oliver e todos os outros membros da banda são apenas decoração de palco. Vide item 11.
70. Hansi Kürch quando quer comer uma mulher diz "OPEN WIDE THE GATE FRIEND, THE KING WILL COME!!!".
71. Lembrete: Hansi é melhor que você.
72. Hansi Zerou Sacret 2 - Fallen Angel
73. Hansi Lê esse Blog! =)

 kkkkk, Hansi é FODAAA... Fonte: Whiplash
FAÇA UM BLOGUEIRO FELIZ, COMENTE!


Não deixe de Participar! Orkut

14 de janeiro de 2010

Blind Guardian Wallpapers

Eu estava procurando na Internet alguns Wallpapers de Bandas que gosto,
e achei vários, mais vários mesmo, mais o que me intristeceu foi ver que os
Wallpapers do Blind Guardian são Muito poucos...
Dai me veio Uma idéia,
por que não animar o pessoal pra criarem Wallpapers do Blind Guardian?
Sim, Peço a todos que criem seus Wallpapers do Blind Guardian e me mande no
e-mail: marlonmateuspr@gmail.com , esse Post será Fixo e conforme você mande seu
Wallpaper, eu irei o atualizando, Fica ai Meu convite a todos os Guardians de Coração.
Abaixo alguns Wallpapers para vocês:


Follow the Guardians!


 
























































































Não deixe de Participar! Orkut

10 de janeiro de 2010

Biografia de André Olbrich

Data de Nascimento:
3 de maio de 1967
Local de Nascimento:
Düsseldorf
Estado Civil:
Casado, um filho
Instrumento:
Guitarras
Equipamento:
ESP Custom Guitars, Engl ampères, Ibanez & Line 6 Efeitos





Em , 3 de maio de 1967 nasce Andre Olbrich, na cidade de Düsseldorf, na Alemanha. Sob influência do rock de bandas como Judas Priest, Megadeth, Ozzy, André foi montando suas opções musicais.
 Quando adolescente, montou sua primeira banda, European, como guitarrista, que é considerada por Hansi como a primeira pré-versão do Blind Guardian.
 Em 1984 quando André se encontra  pela primeira vez em um comercial do colégio em Krefeld/Alemanha com Hansi, e se tornam amigos.
 Depois de um tempo, a banda de André resolvem mudar o nome para Zero Fault, nesse tempo, André não estava gostando do vocalista da banda, não gostou da forma que ele cantava.
Durante uma viajem de férias da escola, André teve a chance de escutar Hansi cantando várias vezes, foi quando André convidou Hansi para entrar pro Zero Fault.
 Com isso, André e Hansi decidem mudar o nome da banda, pois agora o vocal era bem diferente de antes, mudando o nome para Lucifer’s Heritage.

 Nesse tempo, André dava aulas de guitarra para nada mais, nada menos que Thomen, mais ele como guitarrista era horrível, mas um dia Thomen do nada sentou atrás da bateria que tinha na casa do André e começou a tocas ritmos muito bons, depois disso, André o sugeriu a aprender a tocar bateria no lugar de guitarra, e Thomen que o adimirava muito, seguiu seu conselho.
 André era um cara muito namorador, sempre estava com mulheres.

André sugeriu que o nome da banda fosse mudado de novo, pois ele percebeu que todas as pessoas que compravam as Demos nas lojas a encontravam na sessão Black Metal, isso porque o nome era “Lucifer’s Heritage” que não combinava com o estilo de música deles, então ele fez uma reunião com a banda para sugerir o novo nome, e escolheram a de Hansi, Blind Guardian.
 Há alguns anos André faz parte da lista dos melhores guitarristas do mundo, tendo subido no ranking ano após ano. Também domina muitos outros instrumentos, criando com Hansi as partes orquestradas das músicas.

Você sabia?
Ele foi forçado a realizar uma cirurgia de nervo no cotovelo durante a Imaginations "..." Gravar a sessão em 1994.

Doce Favourito:
Hot & Spicy
Comida Favorita:
Mexican Fajitas
Drink Favourito:
Piña Colada
Cor Favorita:
Não tem como definir uma, a cores especiais para momentos especiais
Filme Favorito:
Sopranos
Livro Favorito:
Tin Tin - todos os 23 Livros Cômicos
Jogo Favorito:
World of Warcraft
3 Bandas Favoritas:
Ozzy Osbourne, U2, Rolling Stones, Judas Priest ...
Album Favorito:
Marilyn Manson - Golden Age of Grotesque
Hobbies:
PC & Videogames
Animais Domésticos:
Gatos
Quem ou o que você tem medo?
Guerra
Quem ou o que faz você feliz?
Minha Família
Que esporte você gosta?
Futebol
Qual time você suporta?
Bayern Munique / alemão National Team
Que lugar você gostaria de viajar e explorar se você pudesse?
Uma e outra vez E.U.A.
Qual foi o lugar mais impressionante onde você viajou até agora?
Las Vegas




Não deixe de Participar! Orkut

Participações Especiais

Bom, todos sabem que Hansi já fez várias participações especiais por ai,
mas o que poucos sabem é com quem...

A participação mais famosa do Hansi é o Demons & Wizards,
Demons & Wizards é um supergrupo de heavy metal concebida como projeto paralelo de duas bandas de heavy metal: Blind Guardian e Iced Earth. A banda é formada pelo Hansi Kürsch, e o guitarrista do Iced Earth, Jon Schaffer. Schaffer é responsável pela melodia enquanto Kürsch escreve as letras. A formação durante as gravações do primeiro álbum em 2000 incluia também Mark Prator, baterista do Iced Earth em alguns álbuns e Jim Morris, fazendo maior parte dos solos de guitarra. Morris também trabalhou com o Iced no passado.



Outras Participações de Hansi que eu acho muito foda, é com a banda Therion, no Album Deggial na Música Flesh Of The Gods, a banda Therion, assim como o Blind Guardian são da mesma Gravadora, a Nuclear Blasts, dai que eles se conhecem =)





Por falar na Nuclear Blasts, temos também outra participação de Hansi, dessa vez no Album que a Nuclear Blasts Lançou comemorando seus 20 anos de existência, o Album All Stars, que conta com a participação de todas as bandas que fazem parte da Gravadora, dessa vez Hansi tem sua participação na faixa numero 6 com a música Slaves To The Desert, esse CD da Nuclear Blasts é muito FODA!






Mais as Participações especiais do Hansi não param por ai, uma nova banda que começou em 2008, teve total apoio de Hansi, tanto que em seu primeiro Album, essa banda teve a participação de Hansi, falo da banda Neverland, Hansi contribuiu com a música numero 2, To Loose The Sun.


Hansi tbm participou do projeto  Ayreon, que é um dos projetos do multi-instrumentista holandês Arjen Anthony Lucassen, trabalho esse que conseguiu reunir muitos nomes renomados do metal para participarem de suas experiências musicais.
Hansi esteve presente no Album  01011001, no CD Nº 2, Earth, ele canta a música River Of Time.




Temos a participação de Hansi numa Banda que é muito foda,
o curioso dessa banda é que ela só usa uma bateria de instrumento, isso mesmo, o resto é só no gogó...
Falo da Banda Van Canto, uma banda de Heavy Metal Completamente diferente do que você já ouviu.
Hansi Colaborou na faixa numero 8, Take To The Sky do Album Hero, o Curioso é que esse album também tem uma faixa cover do Blind Guardian, The Bards Song,
cantada de um jeito que você nunca imaginou =P

Não é só isso, mais informações na Wikipédia .
Quem ainda Não escutou, vale a pena ir atráz e escutar, eu por exemplo tenho todas aqui em meu PC (:
Dá pra matar um pouco a saudade do Blind Guardian, enquanto o novo CD não é lançado ;D

Em nossos Blogs Parceiros vocês podem encontrar os CDs que foram citados.

Gostou? Comente!







Não deixe de Participar! Orkut

Feliz 2010

Desejo a todos um Feliz ano novo, tudo bem que é atrasado, mais antes tarde do que nunca, rsrsrs...
E, claro, nós também esperamos que seja produtivo para a nossa banda favorita de todas! Nós já sabemos que um novo álbum com um single, surgirão e será seguido por uma turnê européia.


Não deixe de Participar! Orkut

8 de janeiro de 2010

Biografia de Hansi Kürsch


Data de Nascimento:
10 de agosto de 1966
Local de Nascimento:
Lank-Latum/Meerbusch
Estado Civil:
Casado, um filho
Instrumento:
Vocal
Equipamento:
Sennheizer, ou Shure wireless no palco, e Brauner Manley durante as gravações de estúdio BG





Sob influência do rock de bandas como Queen, Deep Purple e Genesis, Hansi foi construindo sua gama de opções musicais.
Quando adolescente entrou em sua primeira banda, Executor, como guitarrista, e faziam alguns shows locais em Krefeld, Alemanha.
Em 1984 em um comercial do colégio que estudava, encontrou André Olbrich, que tocava em uma banda chamada European na época, que logo depois trocou de nome para Zero Fault. Foi então que André estava descontente com o vocalista do Zero Fault e resolveu que queria Hansi Kürsch na banda. Eles decidiram mais uma vez mudar o nome da banda e desta vez não seria a última, mas seria realmente glorioso. Zero Fault, contando agora com Hansi Kürsch, muda de nome para Lucifer's Heritage.

 Sim Meus Amigos, o cabeludo é ele...auhauahuhau
Com um som mais pesado e um vocal mais constante, o Lucifer's Heritage conquistou prestígio no cenário underground da Alemanha. Com o Lucifer's Heirtage uma vez montado, André ainda dava algumas aulas de guitarra no porão de casa, um de seus alunos Thomen Stauch, era realmente notável, sua falta de talento para a guitarra era realmente impressionante. Um dia no porão da casa de André, onde o Lucifer's Heritage ensaiava, Thomen sentou na bateria e começou a levar alguns ritmos legais e realmente deixou André e Hansi surpresos. Depois disso Thomen começou a se aplicar na bateria e realmente sua evolução foi rápida e sólida. Assim o Blind Guardian já tomava corpo. Depois de duas demos de sucesso com o Lucifer's Heritage, a banda mudou de nome para Blind Guardian.

A potência da voz de Hansi e as letras inspiradas em clássicos de J. R. R. Tolkien tornaram o Blind Guardian atualmente uma das bandas de mais sucesso e prestígio, com milhares de fãs por todo mundo.
Nesse meio tempo Hansi se casou e teve um filho. Já no Blind Guardian Hansi tocou baixo por cinco álbuns e depois decidiu apenas se dedicar aos vocais.
Em meados de 1999, Hansi estava envolvido com um possível lançamento de um novo álbum para o Blind Guardian, mas em conversas com Jon Schaffer, guitarrista do Iced Earth, acertaram de fazer um projeto, e misturarem todos os seus conhecimentos e gostos em um novo som, e deste projeto nasceu o Demons & Wizards. O projeto continua, com o segundo álbum lançado em 2005.
 Em 2006, o Blind Guardian lança o album A Twist in the Myth, com Frederik Ehmke na Bateria, pois Thomen teve uma discussão com Hansi e saiu da banda, em 2007 lançam o Single Another Stranger Me, em 2009 Hansi se apresenta para seus fans, mais com um visual diferente, ele cortou o cabelo, o que gerou muita polêmica para seus fans, pois o cabelo dele era o que mais chamava atenção em shows ao vivo (Para as meninas é a barriga de chop alemão, uahuahua), mais hoje a maioria já se conformou com o novo visual dele, alêm do mais, grandes vocalistas como Bruce Dickson do Iron Maiden também cortou o cabelo e ainda por cima saiu da banda, e hoje ele está ai no Iron Maiden de cabelo curto e os fans continuam gostando da banda.
 Em 2010 Hansi promete um Novo Album do Blind Guardian, com a ajuda de Thomen com as composições... é galera, 2010 promete. 

Você sabia?
Ele considera "Imaginations ..." para ser a capa melhor álbum da BG
Doce Favorito:
Coisas Hot & Spicy
Comida Favorita:
Comida tailandesa e indiana - mas no geral: Funnyfrisch Chips
Drink Favourito:
Chá Darjeeling
Cor Favorita:
Laranja, verde e vermelho
Filme Favorito:
Star Wars, The Lord of the Rings
Livro Favorito:
O Senhor dos Anéis - J.R.R. Tolkien, O Terras Devastadas, Canção de Susannah e A Torre Negra - Stephen King
Jogo Favorito:
Xadrez e Sacret 2 - Fallen Angel
Bandas Favoritas:
Deep Purple, The Queen e The Who
Album Favorito:
Jesus Christ Superstar
Hobbies:
Leitura
Do que ele tem medo:
Void
Quem ou o que o faz você feliz:
Minha família
Esportes favoritos:
Futebol e Natação
Qual time ele torce:
Nenhum
Que lugar você gostaria de viajar para
e se você poderia explorar?

Nova Zelândia
Qual foi o lugar mais impressionante
onde você viajou até agora?

Voando sobre o Monte Etna, quando começou a se tornar ativa novamente.


Não deixe de Participar! Orkut

6 de janeiro de 2010

O Segredo de Hansi Kürsch

Essas São Fotos tiradas do Festival Masters Of Rock de 2009,
reparem uma luz estranha apontando para ele...









Mais Perae... essa ultima foto me lembra alguem...



Será que ele...



Kkkkkk... Créditos ao nosso amigo Argentino, o Herr Inoddorell pelas fotos. =)
Faça Um Blogueiro Feliz, Comente x)

Não deixe de Participar! Orkut

5 de janeiro de 2010

Fan Clube do Blind Guardian

Eai Pessoal,
espero que estejam gostando do blog =)

Bom, pra quem viu e gostou, eu trago um presente...=)
Sabe aquelas barrinhas que o pessoal poe em assinaturas
de fóruns e até mesmo no Orkut?

Bom...chega de enrrolação...


Visualizar


Breve mais novidades para os nossos Bardos,
e não deixe de visitar nossa Taberna no Orkut.
Não deixe de Participar! Orkut

4 de janeiro de 2010

Fotos do Blind Guardian no Brasil

São fotos um pouco antigas,
mas trago a vocês algumas fotos do Blind Guardian no Brasil,
No dia 16 de Março de 2007, em Belo Horisonte...
Veja o Album Completo


A galera acompanhou com palmas a canção “And Then There Was Silence” e a banda fez desse um momento especial levantando uma bandeira personalizada do Brasil: no espaço da frase "Ordem e Progresso" estava escrito "Blind Guardian - Belo Horizonte".

Não deixe de Participar! Orkut

3 de janeiro de 2010

Nova Turnê






Hoje, estou muito orgulhoso de anunciar os primeiros shows da nossa turnê mundial em 2010/2011. Com um álbum bombástico novo na mão, o entusiasmo forte da banda e com a confiança de seu grande apoio que posso prometer que todos e cada concerto nesta turnê vai passar a ser única e pura magia. Ser parte dela e não esperar nada, mas o melhor. Certifique-se de que você não perca isso. Cuidado para um novo single e um novo álbum no Verão / Outono de 2010.

Hansi

Não deixe de Participar! Orkut

Novo CD em 2010

A última vez que escrevi algo que prometeu dar noticias antes da próxima Páscoa. Bem, a estação de Páscoa é um pouco tarde este ano, mas "mais tarde do que nunca" é a minha frase favorita. Aqui é a minha mensagem muito prometida.

Para manter a mensagem curta, mas essencial: que finalmente começaram a produção do álbum de estúdio número nove do Blind Guardian. Frederik está correndo através das canções literalmente falando. Quem sabe, neste momento podemos terminar antes do praso final. Bem Frederik não é Marcus, que não é André, que certamente não é Hansi. Portanto, há ainda o problema de atrasos.

De volta para a produção: Começamos ensaiar na semana passada e Frederik treina os tambores  para algumas faixas seriamente complicada. Se estou certo que ele tem duas faixas mais para ir e deve ser concluída nos próximos dias. Ao todo são 11 músicas para trabalhar. Conforme mencionado na última vez, nós temos uma quantidade grande de musicas pesadas do Guardian, que vêm junto com uma intensidade tão dura que eu às vezes me surpreendo. Existe um bom equilíbrio de canções extremamente rápido e material épico final. "Wheel of Time" seria um exemplo para o mencionado acima. A canção contém muitas surpresas - Eu sou mortal honesto sobre isso, assim que marcar minhas palavras aqui. Liricamente É claro que estou tentado a lidar com o grande Robert Jordan's "Wheel of Time Story", uma das melhores séries de fantasia. 

Se você me perguntasse qual canção com o número pode ser comparado eu provavelmente diria "The Script for my Requiem" ou "And then there was Silence". Esta música tem realmente o potencial de mexer com essas duas músicas.

Como você provavelmente está, eu também estou realmente animado com o novo material e não posso esperar para ouvir o resultado final em algum dia de Abril de 2010, quando teremos acabado. 

Nosso objetivo é terminar no final do verão, e lançar no início do outono, o que significa que você ainda tem que esperar um pouco. Para fazer o tempo de espera mais confortável, pelo menos, estamos constantemente atentando fornescer informações sobre o andamento do álbum e fornecê-lo com pequenas amostras de Riffs ao longo do tempo. Logo no momento estamos trabalhando para tornar isso possível.


Palavras de Hansi.

Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - A Twist in the Myth

A Twist in the Myth foi um álbum lançado pela banda alemã de power metal Blind Guardian em 1 de setembro de 2006, à exceção da América do Norte, onde foi lançado em 5 de setembro de 2006. 
O ano de 2005 começou com grandes novidades, pois Hansi anunciou no website oficial da banda que naquele ano seria lançado um novo álbum de estúdio (A Twist in the Myth e também um álbum de músicas orquestradas, um projeto seu com André. No mês de julho foi anunciada a saída do baterista Thomen Stauch devido a desavenças com relação ao novo som que a banda estava criando e para levar o seu próprio projeto. O substituto de Thomen foi Frederik Ehmke. 
Com o lançamento de A Twist in the Myth pode-se ver a banda com um estilo diferente, deixando um pouco de lado algumas influências do início de sua carreira. Embora criticada por alguns, essa mudança foi bem aceita pelo público e pela mídia especializada, considerada como uma renovação necessária. 
OBS: Todas as músicas escritas por Olbrich e Kürsch. Todas as letras escritas por Kürsch. 
 
Faixas:
 
 
1. "This Will Never End" – 5:07 
2. "Otherland" – 5:14 
3. "Turn the Page" – 4:16 
4. "Fly" – 5:43 
5. "Carry the Blessed Home" – 4:03 
6. "Another Stranger Me" – 4:36 
7. "Straight Through the Mirror" – 5:48 
8. "Lionheart" – 4:15 
9. "Skalds and Shadows" – 3:13 
10. "The Edge" – 4:27 
11. "The New Order" – 4:49
 
 
um pouco sobre as músicas: 
 
* "This Will Never End" é inspirada em Wild Ride Through the Night de Walter Moers. 
* "Otherland" é baseado na série de livros Otherland de Tad Williams. 
* "Turn the Page" contém referências a Wicca, bem como a renovação e mudança de estações. 
* "Fly" contém referências a Peter Pan e foi inspirado no filme Finding Neverland. 
* "Carry the Blessed Home" é sobre Roland de O Pistoleiro e Jake Chambers, no final da série de livros A Torre Negra de Stephen King.
* "Another Stranger Me" retrata a mente de uma pessoa com várias personalidades que tome consciência de seus outros eu. Inspira-se em A Escolha dos Três da série A Torre Negra
* "Straight through the Mirror" explica como sonhos podem mudar muito rapidamente, também é sobre a importância dos sonhos em geral. Alguns afirmam que é sobre uma pessoa descrevendo a experiência e o processo de morrer enquanto, na realidade, esta pessoa está apenas sonhando tudo.
* "Lionheart" é sobre Ulisses e suas viagens a Hades.
* "Skalds and Shadows" é sobre as histórias de Nórdico Antigo, Escaldo
* "The Edge" é de cerca de St. Paul e sua versão de Cristo.
* "The New Order" lida com a necessidade de mudanças.
* "Dead Sound of Misery" é um remix de "Fly" sobre The Whore of Babylon
 

Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - A Night At the Opera

A Night At the Opera é o sétimo álbum lançado pela banda alemã de power metal Blind Guardian. 
o tema da maioria das músicas seria a Guerra no Oriente Médio e a Guerra de Tróia. Mais clássicos vieram com este álbum:  
"Punishment Divine", "The Soulforged", "Under The Ice" e a bela "And Then There Was Silence", com seus 14 minutos. Nesta turnê foram conseguidos resultados satisfatórios nos Estados Unidos e no Reino Unido, lugares onde bandas de metal alemão geralmente não fazem sucesso. A média de público nesses locais foi de três mil pessoas. 
 
Faixas: 
 
1. "Precious Jerusalem" – 6:21 
2. "Battlefield" – 5:37 
3. "Under the Ice" – 5:44 
4. "Sadly Sings Destiny" – 6:04 
5. "The Maiden and the Minstrel Knight" – 5:30 
6. "Wait for an Answer" – 6:30 
7. "The Soulforged" – 5:18 
8. "Age of False Innocence" – 6:05 
9. "Punishment Divine" – 5:45 
10. "And Then There Was Silence" – 14:05
 
 
Um pouco sobre as músicas: 
 
* "Precious Jerusalem" e "Sadly Sings Destiny" são inspiradas nas Cruzadas e na 
Bíblia cristã. 
* "Under the Ice" tem referências à Ilíada, mas foca-se mais em Cassandra e no que houve após a Guerra de Tróia. 
* "The Soulforged" é baseada nos contos do mago Raistlin Majere, na série Dragonlance. 
* "Wait for an Aswer" possivelmente é sobre a política do presidente estadunidense George W. Bush. 
* "Punishment Divine" fala sobre Nietzsche e sua insanidade. 
* "And Then There Was Silence" é inspirado na Ilíada, e narra a guerra de Tróia. 
* "Sadly Sings Destiny" conta sobre a angústia de Jesus nos seus ultimos dias antes da cruz 
* "Age of False Innocence" é sobre Galileo Galilei e a Inquisição. 
* "The Maiden and the Minstrel Knight" é baseada em Tristão e Isolda.


Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - Nightfall in Middle-Earth

Album baseado totalemnte no Livro “O Silmarillion” de J.R.R. Tolkien.
A arte de capa do álbum apresenta Lúthien dançando perante de Morgoth, a partir da História de Beren e Luthien.
A parte musical é extremamente trabalhada, mostrando uma evolução surpreendente desde os últimos lançamentos. E nesta turnê a banda finalmente preencheu as lacunas que ainda restavam no globo: a América. E foi durante essa turnê que passaram pela primeira vez pelo Brasil, sendo muito bem recebidos e ficando impressionados com a empolgação dos fãs.
 
Faixas:
 
   1. War of Wrath
   2. Into the Storm
   3. Lammoth
   4. Nightfall
   5. The Minstrel
   6. The Curse of Fëanor
   7. Captured
   8. Blood Tears
   9. Mirror Mirror
  10. Face the Truth
  11. Noldor (Dead Winter Reigns)
  12. Battle of Sudden Flame
  13. Time Stands Still (At the Iron Hill)
  14. The Dark Elf
  15. Thorn
  16. The Eldar
  17. Nom the Wise
  18. When Sorrow Sang
  19. Out on the Water
  20. The Steadfast
  21. A Dark Passage
  22. Final Chapter (Thus Ends…)

Convidados:

    * Baixo: Oliver Holzwarth
    * Teclado: Mathias Weisner
    * Piano: Michael Schuren
    * Flauta: Max Zelner
    * Narrações : Norman Eshley, Douglas Fielding
    * Coro: Billy King, Rolf Köhler, Olaf Senkbeil, Thomas Hackmann


Um pouco sobre as músicas:  

* "War of Wrath", fala sobre o conselho de Sauron a seu mestre Morgoth de fugir dos triunfantes Valar na Guerra da Ira. Morgoth envia-o para longe e reflete sobre os acontecimentos que levaram à sua derrota.
    * "Into The Storm", fala sobre Morgoth e Ungoliant, que fogem de Valinor depois de terem destruído as Duas Árvores e sua luta pela posse das Silmarils.
    * "Lammoth", é o grito de Morgoth com os qual ele foge de Ungoliant.
    * Em "Nightfall", Fëanor e seus sete filhos lamentam a destruição forjada por Morgoth e juram vingança para chegar a ele, apesar da proibição dos Valar.
    * "The Ministrel" é sobre Maglor, filho de Fëanor.
    * Em "The Curse of Fëanor", Fëanor exprime a sua indignação e raiva e admite que cometeu erros, especialmente o Fratícido, na perseguição de Morgoth.
    * Em "Captured", aborda o cativeiro de Maedhros filho de Fëanor por Morgoth, em Thangorodrim.
    * Em "Blood Tears", Maedhros relaciona os horrores do seu cativeiro e seu salvamento por Fingon.
    * "Mirror Mirror" conta como Turgon, tendo em conta a inevitável derrota, constrói a cidade de Gondolin, auxiliado por Ulmo.
* "Face the Truth" fala sobre Fingolfin e o destinto dos Noldor.
* "Noldor (Dead Winter Reigns)" fala sobre Fingolfin na gélida passagem de Helcaraxë, reflete sobre o seu próprio povo e da sua culpa e prefigura a sua derrota final.
* "Battle of Sudden Flame" fala sobre a batalha em que Morgoth rompe o cerco de Angband usando seus Balrogs e dragões.
* "Time Stands Still (At the Iron Hill)"Fala sobre o épico confronto entre Fingolfin, rei supremo dos Noldor, e Morgoth, senhor do escuro, as portas de Angband. Fingolfin o fere sete vezes, porém sucumbe ao seu extremo poder.
* "The Dark Elf" A Eöl que seduziu a irmã de Turgon a qual deu à luz Maeglin, que acabaria por trair Gondolin.
* Em "Thorn", Maeglin reflete sobre a sua situação e decidi trair Gondolin ajudando Morgoth.
* "The Eldars" é a despedida do rei élfico Finrod ao seu povo, morrendo de ferimentos recebidos para salvar seu amigo Beren de um lobisomem Carcharoth.
* Em "Nom the Wise" Beren chora por seu amigo Finrod. Nóm significa "sábio" e era o nome dado a ele pelo antepassado de Beren, Beör.
* Em "When Sorrow Sang" Beren canta sobre o seu amor à princesa élfica Lúthien em sua morte nos dentes do lobo Carcharoth de Morgoth.
* "Out of the Water" Fala sobre último local de habitação-Beren e Lúthien.
* Em "The Steadfast", Morgoth amaldiçoa seu cativo Húrin que se recusou a revelar o segredo de Gondolin.
* "The Dark Passage" Morgoth pondera o seu quinto triunfo em batalha. A canção também relaciona as origens da carnais dos homens e Morgoth a Húrin na maldição de ser testemunha do trágico destino de seu filho.
* "Final Chapter(...)" conclui Assim termina o álbum, fala da vitória de Morgoth, mas também da esperança de um novo dia.


Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - Imaginations from the Other Side

Se em Somewhere Far Beyond o som já era bem particular, com este lançamento o quarteto de Krefeld, podia dizer em plenos pulmões que tinham um estilo próprio, e é o melhor desse estilo que apreciamos nas nove músicas desse álbum. Uma prova disso é que geralmente tocam oito músicas deles nos shows, e isso ocorre até os dias de hoje. A turnê envolveu todos os países europeus e muitos foram repetidos, um prova do reconhecimento total do trabalho desses bardos, que tiveram em média três mil pessoas por show. Um fato curioso: Na volta de um show adicional que fizeram no Japão, foram para a Tailândia, onde apenas duas bandas de rock tocaram anteriormente (Metallica e Bon Jovi), logo depois de saírem do avião um comitê de recepção colocou colares em seus pescoços e durante o trajeto do aeroporto até a cidade foram escoltados pela polícia. André Olbrich conta que o ônibus tinha um equipamento de som que os permitiu tocar suas músicas pela rua; sentiram-se como deuses. 
 
Faixas 
 
1. Imaginations from the Other Side 
2. I’m Alive 
3. A Past and Future Secret 
4. The Script for my Requiem 
5. Mordred’s Song 
6. Born in a Mourning Hall 
7. Bright Eyes 
8. Another Holy War 
9. And the Story Ends
 
 
Um pouco sobre as músicas: 
 
* "Imaginations from the Other Side" contém referências a O Mágico de Oz, Peter Pan, O Senhor dos Anéis, Alice no País das Maravilhas, The Sword in the Stone, As Crônicas de Narnia e as histórias de Corum. 
Parece ser cerca de sonhos e imaginação das crianças e à falta dela como um adulto. 
* "I'm Alive" é sobre o Death Gate Cycle. 
* "A Past and Future Secret" é de cerca do livro Once and a Future King de T.H. White. 
* "The Script for My Requiem" é sobre o Santo Graal fazendo referencia as cruzadas. 
* "Mordred's Song" é sobre o personagem Mordred do livro Once and a Future King 
* "Born in a Mourning Hall" é uma crítica ao fanatismo religioso nos dias de hoje além do capitalismo.

Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - Somewhere Far Beyond

Quarto álbum da banda alemã Blind Guardian, gravado em 1992. O design da capa foi feito por Andreas Marschall, que trabalhou em outras capas dos CDs da banda. O nome Somewhere Far Beyond é baseado na série The Dark Tower de Stephen King.
É um álbum clássico e divisor de águas para a banda. Está presente nesse álbum o maior clássico da banda: “The Bard's Song (In The Forest)”. Vale ressaltar o sucesso que alcançaram no Japão principalmente após o último lançamento. Dessa forma foram pela primeira vez para fora do continente europeu, realizando dois shows em Tóquio. Esses shows tiveram o maior público da banda até então, mais de quatro mil pessoas. Por isso, foi decidido que ocorreria a gravação do primeiro álbum ao vivo, intitulado Tokyo Tales.

Faixas:
   1. Time What Is Time
   2. Journey Through The Dark
   3. Theatre Of Pain
   4. The Quest For Tanelorn
   5. Ashes To Ashes
   6. The Bard´s Song – In The Forest
   7. The Bard´s Song – The Hobbit
   8. The Pipers´s Calling
   9. Somewhere Far Beyond
  10. Spread Your Wings (cover do Queen)
  11. Trial By Fire (cover do Satan)
  12. Theatre Of Pain (Versão Clássica)


Um pouco sobre as músicas:

* "Time What is Time" tem a letra amplamente inspirada pelo filme Blade Runner.
    * "Journey Through the Dark" é sobre Jerry Cornelius, bardo e companheiro do
Campeão Eterno, a partir do livro por Michael Moorcock;
    * "Black Chamber" é baseado em Twin Peaks;
    * "Theatre of Pain" é baseado no romance A fantasia Merman Children's de Poul Anderson;
    * "Quest for Tanelorn" é baseado na obra de Michael Moorcock;
(Tanelorn sendo uma cidade ficcional do Multiverso de suas histórias );
    * "Ashes to Ashes" tem várias notas para a história de Dr. Faustus,
referenciando ao remorso de Faustus nas cenas finais da peça;
    * "The Bard's Song (In a The Forest)" contém igualmente uma breve referência à Terra Média
da obra de J.R.R.Tolkien;
    * "The Bard's Song (O O Hobbit)" é baseado em O Hobbit de J.R.R. Tolkien;
    *"Somewhere Far Beyond" é baseado em A Torre Negra de Stephen King;


Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - Tales from the Twilight World

Álbum da banda alemã de Power Metal Blind Guardian (o terceiro do grupo), 
gravado em 1990. A capa do CD foi criada por Andreas Marschall,  
que trabalhou em outras capas da banda. 
 
Faixas: 
 
1. Traveler in Time 
2. Welcome to Dying 
3. Weird Dreams 
4. Lord of the Rings 
5. Goodbye My Friend 
6. Lost in the Twilight Hall 
7. Tommyknockers 
8. Altair 4 
9. The Last Candle 
10. Run for the Night (live)
 
 
Um Pouco Sobre as Músicas: 
* "Traveler in Time" é baseado em Duna de Frank Herbert 
* "Welcome do Dying" é baseado em Floating Dragon de Peter Straub 
* "Lord of The Rings" é baseada em O Senhor dos Anéis de J.R.R.Tolkien 
* "Tommyknockers" e "Altair 4" são baseados em The Tommyknockers de Stephen King 
* "Goodbye My Friend" é inspirado no filme E.T. the Extra-Terrestrial 
* "Lost in the Twilight Hall" pode ser baseado no renascimento de Gandalf em O Senhor dos Anéis de J.R.R. Tolkien; no entanto, não há referências diretas na música quanto a isso.


Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - Follow the Blind

Follow the Blind é o segundo álbum da banda de Power Metal alemã Blind Guardian, gravado em 1989. A capa é obra de van Waay Design. O álbum segue um estilo mais Speed metal se comparado com o estilo que mais tarde definiria o som único da banda.  
 
Formação:  
 
* Hansi Kürsch – vocal  
* André Olbrich – guitarra  
* Marcus Siepen – guitarra  
* Thomas “Thomen” Stauch – bateria
 
 
Faixas:  
 
1. Inquisition  
2. Banish from Sanctuary  
3. Damned for All Time  
4. Follow the Blind  
5. Hall of the King  
6. Fast to Madness  
7. Beyond the Ice  
8. Valhalla  
9. Don’t Break the Circle (cover)  
10. Barbara Ann
 
 
Um Pouco Sobre as Músicas:  
 
*"Valhalla"na mitologia nórdica ou escandinava é o local onde os guerreiros vikings eram recebidos após terem morrido, com honra, em batalha.  
* "Damned for All Time" e "Fast to Madness" são baseados em personagens de Michael Moorcock da série Campeão Eterno. 
* "Banish from Sanctuary" é baseado na vida de João Batista. 
* "Follow the Blind" é baseado em O Talismã de Stephen King. 
* "Hall of the King" é sobre a fé e ser fiel.
 

Não deixe de Participar! Orkut

História dos CDs - Batalions Of Fear

Battalions of Fear é o álbum de estréia da banda alemã Blind Guardian,  
lançado em 1988. Em grande parte inspirado no trabalho da banda Helloween.  
A capa foi pintada por van Waay Design. As músicas Majesty,  
By the Gates of Moria e Gandalf’s Rebirth fazem referência ao livro O Senhor dos Anéis de J. R. R. Tolkien.  
Guardian of the Blind é inspirada em um romance de Stephen King, “It”. E By The Gates Of Moria no compositor tcheco Antonín Dvořák. 
 
Formação: 
 
* Hansi Kürsch – vocal 
* André Olbrich – guitarra 
* Marcus Siepen – guitarra 
* Thomas “Thomen” Stauch – bateria
 
 
Faixas: 
 
1. Majesty 
2. Guardian Of The Blind 
3. Trial By The Archon 
4. Wizard’s Crown 
5. Run For The Night 
6. The Martyr 
7. Battalions Of Fear 
8. By The Gates Of Moria
 
 
Bônus: 
 
1. Gandalf’s Rebirth  
 
Um Pouco sobre as Músicas: 
 
*”Majesty” é baseado em O Senhor dos Anéis de J.R.R. Tolkien. Pode-se também encontrar referências a O Senhor dos Anéis nas canções de “Wizard’s Crown” e “Run For the Night” 
 
*”By the Gates of Moria” e “Gandalf’s Rebirth” são Instrumentais e, portanto, não contêm qualquer letra, mas também tem os nomes baseados em O Senhor dos Anéis. 
 
*”By the Gates of Moria” é derivado de Antonín Dvořák da Sinfonia No. 9, “Do Novo Mundo”. 
 
*”Guardian of the Blind” é baseado em A Coisa de Stephen King. 
 
*”The Martyr” é sobre Jesus Cristo. 
 
*”Battalions of Fear” é uma crítica contra Ronald Reagan e da sua política como o presidente dos Estados Unidos da América. 
 
*”Wizard’s Crown” é sobre Aleister Crowley.


Não deixe de Participar! Orkut