#copiright

11 de setembro de 2011

Contos sobre o show de Curitiba

Para todos aqueles que acompanham o nosso blog vou me apresentar, meu nome é Aline, sou uma das autoras do Blind Guardian Brasil e contarei para vocês como foi a minha longa jornada para chegar até o show dos bardos em Curitiba - PR. Assim que foi anunciado os preços dos ingressos eu providenciei o meu, há longos 6 meses. Desde então fiquei em contagem regressiva para o dia 10 de setembro chegar. Porém ocorreram alguns imprevistos, moro na cidade catarinense de Blumenau, e para quem não sabe no dia 8 d setembro deste ano, ocorreu uma grande enchente aqui.

Rio sobrecarregado.
O nível do rio (Itajaí-Açu), que em sua normalidade é de 4m chegou a incrível marca de 12,60m em dois dias. Grande parte da cidade foi alagada, minha rua, o centro da cidade e a maioria dos bairros. Consegui tirar as coisa de dentro da minha casa com a ajuda de minha família e do meu noivo e sempre serei muita grata à todos que deixaram de fazer suas coisas para ajudar não só a mim, mas como todos as outras pessoas que precisaram de ajuda. Solidariedade prevalecendo! Como iria sair de excursão daqui, pensei que ela não ocorreria, pois as estradas estavam alagadas e havia deslisamentos em alguns pontos.

No dia seguinte, fui avisada pelo organizador da viagem que haviam achado um caminho alternativo e que poderiamos ir sim para o show, só que saindo do interior da cidade. Feito isso, fomos em direção a Curitiba, passamos por partes da estrada em que só veículos grandes poderiam continuar, pois a água havia tomado conta de tudo. Depois de tudo, nos foi cumprida a promessa. Chegamos no final do show de abertura (os paulistas da Ancesttral). Meia hora depois, com a magnífica Sacred Worlds o Blind Guardian começou o seu show.

Hansi em Curitiba.
Um repertório incrível, das músicas de seus dois últimos álbuns passando por seus clássicos, e seu incrível coral quando se trata de The Bard's Song - In the Forest. Nossa volta foi mais tranquila, ainda que passando por um trecho alagado no caminho. É isso gente, agora é trabalhar na reconstrução da cidade e na limpeza das casas. E gostaria de agradecer em nome de todos os blumenauenses à todos que se preocuparam com as notícias e também àqueles que ajudaram o povo da cidade.


Mais fotos aqui!

Follow the Guardians!

Comentários
2 Comentários

2 Bardos comentáram, comente!:

Nossa...graças a Deus deu tudo certo pra você, e força Aline, pra voltar para sua casa e arrumar tudo lá...

Meu amigo que mora em Navegantes também enfrentou uma Odisséia pra ir até Curitiba,sem o direito das sereias.Espero que tudo dê certo pra você e pra toda Sc.

Postar um comentário

Faça um colaborador feliz, comente: