16 de setembro de 2011

Mistérios por trás das capas



A Nuclear Blast foi à casa de Felipe Machado Fernando (autor de algumas capas do Blind Guardian, Rhapsody of Fire e Iced Earth) entrevistar o artista colombiano que elaborou a capa de At The Edge of Time, confira abaixo como foi:

NB: Desde quando você conhece o Blind Guardian?
Felipe:Eu sou o fã número um do Blind Guardian! Em 1995, um amigo meu me chamou e disse: "Cara, eu acabei de descobrir uma banda semelhante ao Helloween e ao Rage e o cantor realmente destrói! É como uma mistura perfeita entre power metal e thrash... Você tem que ouvi-lo!!". Depois eu fui a uma loja de CD aqui em Bogotá (Colômbia) e pedi ao proprietário para me mostrar alguns CDs Blind Guardian. Então, toda vez que meus pais tinham alguma viagem de trabalho, eles já sabiam que a melhor coisa para trazer de volta para casa era qualquer CD novo do Blind Guardian que faltava na minha coleção. Eu comecei imediatamente uma onda de inspiração da arte do Andreas Marschall e decidi: "Ei, é isso o que eu quero fazer da minha vida!".

NB: Qual tipo de pequena colaboração aconteceu entre você e o resto da banda?
Felipe: Há sempre um monte de idéias que vem com eles e eu respondo com a minha versão da arte. Eu acho que Hansi e a banda tem um conceito muito claro e direcionado na elaboração das capas, então é sempre uma negociação. Eles são a banda mais legal de trabalhar porque quando chegou a hora de criar a capa do single de "A Voice In The Dark", depois de alguns testes Hansi mencionado, "Basta pensar em algo que poderia combinar com a vibração da banda e me surpreender.". Então, eles sabem como a confiança e encorajar o que eu poderia criar. O conceito capa do CD foi principalmente a idéia da banda. Para a arte interior de cada música, sempre houve idéias de todos. E sim, este será o primeiro booklet do Blind Guardian que é totalmente ilustrado.

NB: Você teve a oportunidade de ouvir alguma das músicas novas antes de vir com idéias para a capa do álbum novo?
Felipe: Não. Eu queria ter tido. Devido à quantidade de trabalho que uma produção para o Blind Guardian leva, a direção de arte e criação foi simultânea à gravação e à mixagem, mas as direções da banda eram muito claras e narrativas.

NB: Encapuzados e figuras de dragões estão em destaque em capas de álbuns anteriores do Blind Guardian. Era obrigatório você incluir os dois para a arte da capa?
Felipe: Um dragão é sempre bem-vindo em qualquer arte do Blind Guardian. Para aquela criatura, ficou bastante claro que teria uma forte presença na capa do novo CD desde o último CD ao vivo em que aparece o cara de capuz, também conhecido como The Blind Guardian não aparecer com destaque, mas em segundo plano. Cara, eu amo o mistério que aquele personagem tem! Então, eu secretamente incluí The Blind Guardian na base das escadas da pirâmide e a banda achou que ele deveria ficar lá desta vez. Eu sempre senti que ele é o único segredo contando o conto da arte da capa, viajando a cada novo mundo. Eu acho que ele é muito legal porque qualquer fã pode ser representado por ele. Para algumas partes deste novo CD e obras de arte do single, quando ele aparecer você pode ver os anos se passaram em sua longa barba e cabelos brancos saindo do capô.

NB: Houve um tema que você queria unir?
Felipe: A direção da arte da banda deu-me sempre a intenção de promover mistério e algum tipo de narrativa secreta. Eu vejo isso como um palácio onde diferentes linhas de tempo se entrelaçam e onde algo muito importante está para acontecer, seja no início da história ou no final. É assim que eu vejo o elo com o título do álbum.

NB: A "pirâmide" parece que está levantando-se para fora do oceano. Foi esta intencional?
Felipe: Um oceano de areia eu espero, né? Acho que poderíamos pensar que o tempo passou sobre a pirâmide?? Tudo o que sei é que eu amo todas as interpretações loucas das crianças criam a partir da capa, e eu acho que isso é o que heavy metal e capa do Blind Guardian deve fazer.

NB: O que os guardiões representam para você e o que eles estão protegendo?
Felipe: Acho que eles estão protegendo uma reunião secreta no interior da pirâmide entre o anão segurando o saco com moedas de ouro de "Follow The Blind" e seus amigos os Goblins bebericando cerveja no fogo em "Tales From The Twilight World", que também convidou o tocador de gaita de fole e seu corvo de "Somewhere Far Beyond". Se eu estou correto, todos eles estão ouvindo contos do Sandman, enquanto Lúthien do Nightfall in Middle-Earth dança.


Comentários
4 Comentários

4 Bardos comentáram, comente!:

Cara! Isso realmente é informação nova pra mim, não sabia que o artista era latino-americano. E essa última frase da entrevista demonstra que ele realmente é fã dos Bardos. Incrível o elo criado entre as capas que nem foi ele quem fez...Doidão o cara!

Muito boa a entrevista! Realmente o cara é fã.
Adorei a capa do At The Edge Of Time. :3
Parabéns pelo site, está lindo e é muito informativo. =)

Postar um comentário

Faça um colaborador feliz, comente: